O presidente executivo Francisco Medeiros participou da primeira reunião para criação do Plano Nacional de Desenvolvimento da Indústria do Pescado. O objetivo é criar um programa de médio e longo prazos para o desenvolvimento da indústria de Pescado no país.

Além da PEIXE BR, participaram da reunião representantes da Associação Brasileira das Indústrias de Pescados (Abipesca), do Coletivo Nacional da Pesca e Aquicultura (Conepe), do Sindicato dos Armadores e das Indústrias de Pesca de Itajaí (Sindipi), do Comitê da Cadeia Produtiva da Pesca e da Aquicultura (Compesca) e da Associação Brasileira de Fomento ao Pescado (Abrapes).

Francisco Medeiros também se reuniu com o secretário executivo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Eumar Novacki, para apresentar o Anuário Peixe BR da Piscicultura 2018, lançado no dia 19.02, em São Paulo. A publicação traz o mais recente levantamento de dados da Piscicultura brasileira.

Francisco destacou a Novacki que, mesmo diante da instabilidade econômica e política de 2017, a Piscicultura brasileira teve crescimento de 8%, atingindo a marca de 691,7 mil t de peixes de cultivo. Desse total, 51,7% (mais de 357 mil toneladas) são de Tilápia, o que posiciona o Brasil como o 4º maior produtor de Tilápia do mundo.

O dirigente da PEIXE BR aproveitou a ocasião e solicitou ao secretário executivo do MAPA pedido de apoio para o documento entregue ao ministro Blairo Maggi, que reivindica a liberação da exportação de peixes de cultivo para a União Europeia e a volta da Piscicultura para o âmbito do MAPA.