O presidente da Peixe BR, Eduardo Amorim, e o secretário executivo, Francisco Medeiros, estiveram na região de São Simão em Goiás, mais exatamente no município de Gouvelândia, para visitar o associado e produtor Cleiton coldebella.

Na atividade há 2 anos, Cleiton está com produção de 500 toneladas ano e se prepara para aumentar para 1.000 toneladas até 2017.

Os piscicultores goianos enfrentam dois gargalos importantes: a tarifa de 12% do ICMS e a não renovação das licenças de operação para os produtores de tilápia do estado.

Para apoiar os empreendedores locais, recentemente foi criada a AGP (Agência Goiana de Piscicultura). Cleiton é o vice-presidente da instituição, focada na atuação mais efetiva nas principais demandas do setor.