O presidente executivo da Associação Brasileira da Piscicultura (PEIXE BR), Francisco Medeiros, palestrou no II ENAQUA – Encontro Paraibano de Aquicultura, evento realizado entre os dias 27 e 28 de setembro, no Maison D’ Mel Laguna, Guarabira (PB).

Em sua apresentação, Francisco destacou o panorama atual da piscicultura nacional e o mercado de tilápia no Brasil, abordando o tema “Distribuição da produção, mercado e organização do setor.”. O objetivo da palestra foi disseminar o conhecimento e as experiências, aos piscicultores da região.

A Piscicultura brasileira produziu 640.510 toneladas em 2016. No total, a atividade movimentou R$ 4,3 bilhões, com geração de 1 milhão de empregos diretos e indiretos. Em 2015, a atividade produziu 638.000 toneladas. De acordo com o Anuário Peixe BR, o Nordeste foi responsável pela produção de 104.608 toneladas de peixes no ano passado.  A Paraíba ocupou a 25ª colocação no ranking nacional e o 9º lugar na produção do Nordeste, com 2.500 toneladas.

“Mesmo diante de toda instabilidade econômica e política que o país viveu no passado, em 2016 a Paraíba produziu 1.400 toneladas a mais que em 2015, representando um aumento significativo de 127,27% na produção de peixe. Desse modo, a tendência é que em 2017 essa margem de crescimento se mantenha” afirmou Francisco Medeiros.