O secretário executivo da PEIXE BR, Francisco Medeiros, participou de visita técnica ao Labomar (Instituto de Ciencias do Mar), sediado em Fortaleza (CE). Também participaram a produtora Miyuki Hayashida (Piscicultura São Paulo), Eric Routledge (Embrapa Pesca e Aquicultura) e o Prof. Alberto Nunes (Labomar). A programação do encontro incluiu a apresentação de trabalhos na área de Aquicultura, principalmente os relacionados à nutrição.

O Instituto de Ciências do Mar (Labomar) foi fundado em 1960 como Estação de Biologia Marinha. Trata-se de um órgão suplementar da Universidade Federal do Ceará (UFC), transformado em Laboratório de Ciências do Mar em decorrência da reestruturação da UFC em 1969, mantendo os mesmos objetivos de realizar pesquisa e extensão pesqueira em Ciências Marinhas Tropicais.

Em 18 de dezembro de 1998, foi aprovada uma nova transformação, desta vez para Instituto de Ciências do Mar, por meio da qual adquiriu competência regimental para ministrar cursos de graduação e pós-graduação, mantidas as características de instituição multidisciplinar voltada para a pesquisa, ensino e extensão.

Atualmente, o Labomar está equipado com 12 laboratórios em Oceanografia (Geológica, Biológica, Química e Física), Pesca e Prospecção, Microbiologia Ambiental e do Pescado e Análises de Impactos Ambientais e de Contaminação do Ambiente Marinho e Costeiro. O Instituto tem mantido parceria com diversos departamentos das Universidades Federal e Estadual, tais como Engenharia de Pesca, Biologia, Geologia, Geografia, Química, Engenharia Agrícola, Turismo e Bioquímica, pela qual se processa a integração das diversas áreas de conhecimento e potencializa sua produção em áreas nas quais exista carência de pesquisadores pertencentes à equipe institucional.